Introdução aos pensadores do imaginário

Nyrma Souza Nunes de Azevedo e Reuber Gerbassi Scofano (orgs.)
A obra apresenta uma introdução ao pensamento dos grandes precursores dos estudos sobre a imaginação e o imaginário, dentre esses pioneiros, destacam-se: Friederich Nietzche, Ernst Cassirer, Sigmund Freud, Carl Gustav Jung, Gaston Bachelard, Gilbert Durand Cornelius Castoriadis e Michel Maffesoli. Trata-se, portanto, de uma leitura essencial para iniciantes no assunto e que, por seu caráter didático, é importante ferramenta para docentes que desejam proporcionar a seus alunos uma base sólida para uma incursão no pensamento desses autores.
Disponibilidade
Em estoque
de R$48,00 por R$38,40
.

Introdução
Nilma Figueiredo de Almeida

Capítulo 1
Ernst Cassirer e o Imaginário
Reuber Gerbassi Scofano

Capítulo 2
A Importância da Psicanálise para os Estudos do Imaginário
Nilma Figueiredo de Almeida

Capítulo 3
O Imaginário na Psicologia Analítica de C.G. Jung
Nilma Figueiredo de Almeida

Capítulo 4
A Imaginação em Gaston Bachelard
Reuber Gerbassi Scofano

Capítulo 5
Gilbert Durand e a Imaginação Simbólica
Reuber Scofano e Maria Vitoria Campos Mamede Maia

Capítulo 6
Cornelius Castoriadis: imaginário e autonomia
Nyrma Souza Nunes de Azevedo

Capítulo 7
Michel Maffesoli e a Consolidação dos Estudos do Imaginário
Reuber Gerbassi Scofano

Posfácio
Serge Moscovici e a Produção Atual do Estudo de Representações Sociais
Mary Rangel, Jéssica do Nascimento Rodrigues e Vanessa Lima Blaudt Rocha

O presente livro tem por objetivo central atender a uma demanda crescente de obras relativas ao campo do Imaginário Social, em especial de trabalhos de caráter introdutório, para interessados em se aproximar dessa área.

Escrita por pesquisadores da UFRJ e da UFF, a obra apresenta uma introdução ao pensamento dos grandes precursores dos estudos sobre a imaginação e o imaginário, temas que sofreram impiedosa discriminação durante séculos, pois não eram considerados seguros e confiáveis para a elaboração de qualquer conhecimento.

Dentre esses pioneiros, destacam-se: Friederich Nietzche, com sua crítica contundente à valorização do que ele chamou de paradigma Apolíneo, ligado à racionalidade, em detrimento do paradigma Dionisíaco, que diz respeito ao inconsciente e aos sentidos; Ernst Cassirer e sua visão do Homo Symbolicus; Sigmund Freud, que deu voz às imagens produzidas pelos sonhos, pelos mitos e pela literatura; Carl Gustav Jung, com seus conceitos-chave para os estudos do imaginário, tais como Arquétipos e Inconsciente Coletivo; Gaston Bachelard e as formulações de Imaginação Formal e Imaginação Material; Cornelius Castoriadis e alguns de seus conceitos, como os de Imaginário Instituinte e Imaginário Instituído, que serão os fundamentos da instituição imaginária do social; Michel Maffesoli, cuja contribuição maior é a dos estudos sobre o Imaginário dos diversos grupos sociais contemporâneos, tais como as chamadas tribos urbanas e Serge Moscovici, com sua irrefutável colaboração para os estudos do imaginário no que tange às representações sociais.

Trata-se, portanto, de uma leitura essencial para iniciantes no assunto e que, por seu caráter didático, é importante ferramenta para docentes que desejam proporcionar a seus alunos uma base sólida para uma incursão no pensamento desses autores.          

Mais Informações
Editora Alínea
ISBN 978-85-7516-848-6
Edição 1
Ano 2018
Páginas 164
Formato 16 x 23 cm
Idioma Português

Veja Também