Xenofanias: releitura de Xenófanes (c. 570-528 a. C.)

Trajano Vieira

Xenófanes (séc. VI a.C.), filósofo da natureza, teólogo e, acima de tudo, poeta, a quem se atribui a autoria dos primeiros versos satíricos de que se tem notícia na história literária, é um exemplo notável de dedicação à literatura. Parece ter sido também um dos primeiros autores gregos (se não o primeiro) a elaborar uma concepção religiosa monoteísta. 
A complexidade temática na formulação de conceitos como “essência”, “multiplicidade” e “consciência”, oriundos do desdobramento da diferença entre “opinião” e “conhecimento” — tão cara ao pensamento ocidental —, transparece numa linguagem rica e numa dicção variada — dimensão esquecida de seu trabalho, que esta obra procura recuperar. 
Com recursos da poesia moderna, como a espacialização e o emprego da linguagem digital na versão de parte dos textos, ampliando, dessa forma, seu poder de comunicação e revelando a atualidade desse autor — banalizado e obscurecido por certos hábitos de leitura da filologia convencional —, busca-se inserir sua produção na corrente literária de hoje, numa perspectiva interessante para o leitor que busca o atual no antigo.

Disponibilidade
Em estoque
R$42,00
.
Mais Informações
Editora Unicamp
Coedição Imprensa Oficial
ISBN 85-268-0725-0
Edição 1
Ano 2006
Páginas 116
Formato 15 x 22 cm