Abrindo as asas

Rodolpho Caniato

Este livro é a segunda parte da autobiografia de Rodolpho Caniato, autor de obras de referência na área de astronomia como o livro O Céu, a História do Joãozinho da Maré e do emblemático Planetário de Pobre, hoje clássicos na educação em Ciências e, mais particularmente, na Astronomia.

A narrativa inicia-se no final de 1946 e traz episódios preciosos que levam o leitor ao contexto do Rio de Janeiro do pós-guerra: a participação na guarda do presidente Dutra, o primeiro emprego, as namoradas, as escolas e muitas aventuras com barcos, a nado, em caminhadas e até escalando montanhas.

Mas é no ambiente universitário da década de 1950 que Caniato afirma sua trajetória no campo da Astronomia. As aulas de Mecânica Celeste, a construção de um telescópio e um prêmio do MEC pela edição da revista A Coruja nas comemorações do IV Centenário de São Paulo são alguns dos fatos marcantes dessa época.

Tudo isso foi entremeado de vivências nos campos cultural e artístico, com atuações como cantor em corais e apresentações com orquestras no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, o que levou o autor a conhecer personagens importantes de várias áreas e no contexto político de diferentes épocas.

Esta obra permite, ainda, acompanhar a atuação de Caniato como docente em distintas fases da educação em nosso país e nos inúmeros cursos de formação de professores que ministrou no Brasil e em muitos países da América Latina.

Embora rica em todos esses aspectos, trata-se de uma leitura de caráter essencialmente humano, em que sobressai a dedicação de Caniato à difusão do conhecimento científico ante os desafios que os diferentes momentos da história brasileira impuseram aos professores e, por isso, inspiradora.

Disponibilidade
Em estoque
de R$40,00 por R$32,00
.
Mais Informações
ISBN 978-85-7670-297-9
Páginas 178
Formato 16 x 23 cm
Idioma Português

Veja Também