Olá visitante

Itens no carrinho: 0

Subtotal: R$0,00

Vinho e Território: a experiência do vale dos vinhedos

Autor(es): Antonio César Ortega e Daniel Lemos Jeziorny

Editora: Alínea

de R$54,00

por R$43,20

Disponibilidade: Em estoque

Vinho e Território: a experiência do vale dos vinhedos Vinho e Território: a experiência do vale dos vinhedos

No contexto cada vez mais competitivo do mercado de vinhos, uma das mais tradicionais regiões vinícolas brasileiras, na Serra Gaúcha, enfrenta o desafio de elevar a qualidade de seus produtos, diferenciando-os e afastando-se da concorrência via preços. Dessa maneira, esta obra traz reflexões sobre a importância do território em uma estratégia de desenvolvimento local, ressaltando que por território compreendemos um espaço que vai muito além de uma delimitação físico-geográfica. Ele é uma construção econômica, social, histórica, cultural, política e ambiental. Na definição sintética de Milton Santos, é ação mais objeto. No território, portanto, estão presentes consensos e conflitos, intra e interclasses. Serão, portanto, os momentos de construção de consensos, em que os conflitos abertos são submetidos a um interesse comum estratégico e em que experiências de desenvolvimento territorial parecerão virtuosas.

Apresentação

Introdução

Capítulo 1
A Indústria Vitivinícola no Brasil, no Rio Grande Sul e no Vale dos Vinhedos
A vitivinicultura no Brasil
A estruturação do setor vitivinícola no Rio Grande do Sul
A entrada das multinacionais no mercado brasileiro de vinhos
O complexo agroindustrial da uva e do vinho: uma breve caracterização
O panorama atual da viticultura no Rio Grande do Sul
Considerações finais

Capítulo 2
Globalização, Indicações Geográficas, Singularização e Diversificação na Indústria Vitivinícola
A globalização, uma metáfora da perplexidade ou universo de trajetórias inesperadas
O que são as Indicações Geográficas e qual a sua importância
Considerações finais

Capítulo 3
O Território Vale dos Vinhedos
A perspectiva territorial
O território do Vale dos Vinhedos
O papel do conhecimento e da inovação no desenvolvimento territorial
Instituições de apoio tecnológico à vitivinicultura
A importância da Embrapa e da Emater/RS
Possibilidades e limites para o desenvolvimento endógeno
Considerações finais

Capítulo 4
O Espaço Rural do Vale dos Vinhedos: uma realidade em transformação
Vale dos Vinhedos: um território da agricultura familiar
Algumas implicações da IPVV para os agricultores familiares e demais atores locais
Pluriatividade e enoturismo
O setor vitivinícola e o formato neocorporativista de representação de interesses
Considerações finais

Conclusão e Perspectivas

Referências

Edição
ISBN 978-85-7516-472-3
Coleção Coleção Agronegócios
Páginas 202
Formato 16 x 23 cm
Idioma Português
No contexto cada vez mais competitivo do mercado de vinhos, uma das mais tradicionais regiões vinícolas brasileiras, na Serra Gaúcha, enfrenta o desafio de elevar a qualidade de seus produtos, diferenciando-os e afastando-se da concorrência via preços. Por meio da associação de produtores, conquistou-se uma indicação geográfica (Vale dos Vinhedos), que confere aos produtores certificação e, aos vinhos, singularidade. Esta obra analisa a importância do território e das instituições que emergiram para o estabelecimento de uma estrutura de governança capaz de coordenar seus agentes, no exercício de ações sinérgicas, em busca de alternativas e soluções de problemas coletivos.
http://issuu.com/atomoealinea/docs/vinho_e_territorio?mode=a_p

* Imagens meramente ilustrativas, não representam fotos reais do produto.