Olá visitante

Itens no carrinho: 0

Subtotal: R$0,00

História da Pedagogia

Autor(es): Franco Cambi

Tradutor(es): Álvaro Lorencini

Editora: Unesp

de R$85,00

por R$72,25

Disponibilidade: Em estoque

História da Pedagogia História da Pedagogia

Franco Cambi, famoso pedagogo italiano, faz aqui uma reconstrução interpretativa geral da história da pedagogia ocidental. O livro aborda um período histórico que vai desde a Antigüidade clássica até o fim da guerra fria. Para cada período, o autor descreve o pensamento educativo hegemônico e suas instituições pedagógicas. Forma de sublinhar o aspecto social da educação, esta prática historiográfica possibilita ao autor tecer considerações a propósito de várias correntes atuais de estudo da escolarização.

Apresentação
Prefácio


Introdução
1 Da história da pedagogia à história da educação
2 Três revoluções em historiografia
3 As muitas histórias educativas
4 Descontinuidade na pesquisa e conflito de programas
5 Ativar a memória para compreender o presente
6 A história que está por trás: a Antigüidade e a Idade Média, a Modernidade e a Contemporaneidade


PRIMEIRA PARTE 
O MUNDO ANTIGO

I Características da educação antiga
1 O mundo antigo na pesquisa histórica contemporânea
2 O Mediterrâneo-encruzilhada
3 Da paidéia ao costume educativo
4 Modelos de formação numa sociedade estática
5 As origens e a diferença

II O Oriente e o Mediterrâneo: modelos educativos
1 A revolução do Neolítico e a educação
2 Sociedades hidráulicas e novos problemas educativos
3 O Extremo e o Médio Orientes
4 Egito e Mesopotâmia
5 Fenícios e hebreus
6 O "milagre grego"

III A educação na Grécia
1 A idade arcaica e o modelo homérico: as armas e o discurso
2 A pólis e a formação do cidadão: leis e ritos, agonística e teatro
3 A educação familiar, a mulher, a infância
4 Atenas e Esparta: dois modelos educativos
5 O nascimento da paidéia
6 Os grandes modelos teóricos: Sócrates, Platão, Isócrates, Aristóteles
7 O helenismo e a educação: as teorias e a práxis
8 A escola grega e a escola helenística
9 Nas origens da pedagogia ocidental

IV Roma e a educação
1 A Roma arcaica entre etruscos e Magna Grécia: modelos educativos
2 A paidéia grega conquista Roma
3 A educação helenística em Roma: modelos e figuras
4 A escola, o trabalho, as "corporações"
5 A época imperial: difusão e declínio da educação antiga

V O cristianismo como revolução educativa
1 Concepção do mundo, modelo de cultura, ideal de formação
2 Novo Testamento, cristianismo primitivo e educação
3 O nascimento da Igreja e a organização educativa
4 A herança do mundo clássico: a paidéia cristã
5 O monasticismo e "uma escola a serviço do Senhor"
6 A família e a educação cristã: a infância e as mulheres
7 Santo Agostinho: o mestre da pedagogia cristã


SEGUNDA PARTE
A ÉPOCA MEDIEVAL

I Características da educação medieval
1 A Idade Média na historiografia contemporânea
2 A formação da Europa e a consciência cristã
3 O imaginário cristão e a educação: aristocracia e povo
4 Entre sociedade hierárquica e mundo burguês, entre Alta e Baixa Idade Média
5 Uma longa época de transformações e o "fundo" do moderno

II A Alta Idade Média e a educação feudal
1 A educação na sociedade feudal
2 Escolas abaciais, catedrais, palacianas
3 Cavalaria e formação da elite
4 Metamorfoses da paidéia cristã
5 A educação do povo
6 A educação em Bizâncio e no Islã

III A Baixa Idade Média e a educação urbana
1 Depois do ano Mil: uma virada também educativa
2 A cidade, os mercadores, as artes
3 Educação e vida social: as crianças, os jovens, as mulheres
4 Educação e imaginário popular: ciclos pictóricos e pregação, teatro e festas
5 A sociedade dos letrados e a formação: romance, poesia, enciclopédia
6 As universidades, os clérigos vagantes, a lectio
7 Mestres da pedagogia escolástica
8 O "outono da Idade Média" e a educação


TERCEIRA PARTE
A ÉPOCA MODERNA

I Características da educação moderna
1 A Modernidade como revolução pedagógica
2 Estado moderno, controle social, projeto educativo
3 Institucionalização educativa e escola moderna
4 Uma nova cultura para a instrução
5 Aventuras do saber pedagógico
6 A pedagogia entre conformação e emancipação

II O século XV e a renovação educativa
1 A "revolução" humanista
2 O humanismo italiano como renovação educativa e pedagógica
3 Figuras e modelos da pedagogia humanista italiana
4 pedagogia e educação no humanismo europeu
5 As escolas do humanismo
6 O "retorno dos antigos" entre filologia/dialética e paidéia

III O século XVI: o início da pedagogia moderna
1 Um século de grandes fermentações
2 A Reforma e a educação
3 A pedagogia da Contra-Reforma e as novas instituições educativas
4 O renascimento pedagógico na
Edição
ISBN 85-7139-260-9
Páginas 701
Formato 16 x 23 cm
Idioma Português

No repertório pedagógico o domínio da História da Educação tem sido extremamente valorizado nos últimos anos como um território de fronteira. Há tempos, a História amplia seus objetos, suas matrizes teóricas, seus procedimentos e instrumentos analíticos; não por acaso, há também um deslocamento no campo de estudos na História da Educação. No próprio ambiente desta disciplina, sempre existiu uma herança interdisciplinar. Nos últimos anos, verifica-se também uma radical mudança nos aportes teórico-metodológicos do campo da educação, que inegavelmente auxiliam o encontro entre Pedagogia e História, entre a pesquisa educacional e o olhar historiográfico. Hoje, a História da Pedagogia, até em resposta ao seu tempo, recorta de maneira diferente o seu objeto de análise. Podemos dizer, em linhas gerais, que o problema educativo se coloca para as sociedades que se indagam sobre o ato de educar, ou sobre a formação das gerações mais novas. E porque há um problema educativo-social, há sentido no estudo da educação. De fato a História da Pedagogia, de algum modo, tem por objetivo reconstituir as distintas e singulares maneiras pelas quais as diferentes sociedades refletem, propõem e atuam na educação. A pesquisa em História da Educação procura hoje compreender a apropriação do debate teórico pelo lugar social, sempre muito escondido, das práticas escolares. Para Fraco Cambi, indagar a História da Pedagogia é, por essa diretriz, caminhar no movimento que vai da produção das idéias filosóficas à sua ressonância nas rotinas e no dia-a-dia da escola; mas é também atravessar e ultrapassar as práticas escolares e perguntar-lhes quais suas aproximações e suas distâncias em relação aos ideais pedagógicos de cada época. Historiar a educação deixa de ser, sob tal perspectiva, o convencional relato preso exclusivamente a idéias, que parecem, por sua vez, desencarnadas e alheias a seu tempo e a seu espaço de produção. Nem por isso, entretanto, esta História da Pedagogia renuncia à procura da verdade e ao compromisso com os princípios de realidade, em nome exclusivamente dos discursos e da materialidade de práticas - como se estas pudessem existir sem qualquer representação teórica capaz de minimamente nomeá-las. Para Franco Cambi, muito mais do que isso, a História da Educação situa-se na encruzilhada, na confluência entre história e educação, entre pensamento educacional e quotidiano educativo, entre filosofia e vida material. Este vasto compêndio de História da Pedagogia pode ser, assim, apresentado como um verdadeiro desafio a todos os que pretendem enveredar pelo estudo da História da Educação, sem ceder às tentações de uma micro-história que, presa em temas excessivamente específicos, esquece-se do trajeto de um "antes" e de um "depois", que, ao fim e ao cabo, constituem a temporalidade, ou a própria razão de ser do exercício historiográfico. Abarcando um tempo longo, o autor evidentemente traz enfoques panorâmicos, que - nem por isso - fogem ao necessário rigor, esperado da investigação acadêmica. Conferindo historicidade e especificidade ao tempo e ao problema que coloca, Cambi, como contrapartida, mostra-se capaz de tecer quadros amplos, de criar categorias e de dar sentido ao território percorrido. Para concluir, creio que - pela amplitude e atualidade com que o tema é tratado, pelo vigor da abordagem e pelos objetos que escolhe - Franco Cambi produz aqui um material de cabeceira para ser trabalhado, não apenas por pesquisadores da História da Educação, em particular, mas fundamentalmente por todos aqueles que, estudiosos do problema educativo, desejam dialogar com os rastros da escola que passou, sob o filtro de uma história da pedagogia, globalizante e comparada, capaz de responder aos desafios do novo milênio.

* Imagens meramente ilustrativas, não representam fotos reais do produto.