Olá visitante

Itens no carrinho: 0

Subtotal: R$0,00

Cromatografia Líquida Moderna: HPLC / CLAE

Autor(es): Fernando M. Lanças

Editora: Átomo

de R$86,00

por R$68,80

Disponibilidade: Em estoque

Cromatografia Líquida Moderna: HPLC / CLAE Cromatografia Líquida Moderna: HPLC / CLAE

A cromatografia é uma técnica de separação de substâncias que está presente em praticamente todas as áreas do conhecimento científico e tecnológico modernos: da petroquímica ao controle de qualidade de fármacos; do estudo da composição química da atmosfera de outros planetas à avaliação de resíduos indesejáveis em alimentos; do doping em esportes à contaminação ambiental; da proteômica ao “teste do pezinho” em recém-nascidos, além de em muitos outros âmbitos.

Apresentação

Capítulo 1
Introdução
Classificação das técnicas cromatográficas
O processo de separação
Contrastes entre cromatografia líquida clássica e moderna
A literatura básica da LC

Capítulo 2
Fundamentos da Cromatografia Líquida Moderna (HPLC ou CLAE): a teoria dos pratos e o alargamento das bandas em LC
Introdução
Número de pratos teóricos (N) e altura equivalente a um prato teórico (H)
Processos de difusão e transferência de massa em cromatografia
Nomenclatura, definições e cálculos

Capítulo 3
Instrumentação
Introdução
Reservatório do solvente
Bombas
Gradiente de eluição
Monitoramento da pressão
Sistemas de introdução da amostra (injetores)
Colunas e termostatos
Detectores
Sistema de dados
Precauções

Capítulo 4
Detectores
Introdução
Principais características e propriedades dos detectores empregados em LC
Detectores baseados no índice de refração
Detectores baseados no espalhamento de luz
Detectores baseados na absorção de luz UV-VIS
Detectores baseados no fenômeno da fluorescência
Detectores eletroquímicos
Detecção baseada em espectrometria de massas
Comparação entre as características dos principais detectores

Capítulo 5
A Coluna
Introdução
A escolha do tubo
Dimensões da coluna
Tamanho e forma das partículas de fase estacionária
Partículas ou monolitos?
Sílica-gel (silgel) ou sol-gel?
Escolha das características da coluna em função do tipo de aplicação
Empacotamento das colunas de LC
Avaliação, cuidados, manutenção e recuperação de colunas para LC

Capítulo 6
A Fase Estacionária
Introdução
Sílica-gel
Fases quimicamente ligadas
Tipos de fases quimicamente ligadas
Novos suportes e fases estacionárias para LC

Capítulo 7
Cromatografia Líquida em Fase Normal
Introdução
Cromatografia líquida de adsorção
Cromatografia de partição líquido-líquido
Cromatografia de partição em fase normal quimicamente ligada

Capítulo 8
Cromatografia Líquida em Fase Reversa
Introdução
Modos de operação

Capítulo 9
Cromatografia de Troca Iônica
Cromatografia de íons

Capítulo 10
Cromatografia de Exclusão
Cromatografia de Exclusão por Tamanho

Capítulo 11
A Fase Móvel em Cromatografia Líquida
Solventes para cromatografia em fase normal
Solventes para cromatografia em fase reversa
Solventes para cromatografia de troca iônica
Solventes para cromatografia de pares de íons
Solventes para cromatografia de exclusão por tamanho

Capítulo 12
Cromatografia Líquida com Interação Hidrofílica (HILIC)
Introdução
O que significa HILIC?
Mecanismos de separação em HILIC
Fases estacionárias utilizadas em HILIC
Fases móveis utilizadas em HILIC
Aplicações da HILIC
ERLIC
Conclusões

Capítulo 13
Validação em Cromatografia Líquida
Introdução
Validação da metodologia
Validação da instrumentação
Adequação do sistema (system suitability)

Capítulo 14
Análise Qualitativa e Quantitativa
I
ntrodução
Análise qualitativa
Análise quantitativa

Edição 2ª - Revisada e Ampliada
ISBN 978-85-7670-269-6
Páginas 354
Formato 16 x 23 cm
Idioma Português

A cromatografia é uma técnica de separação de substâncias que está presente em praticamente todas as áreas do conhecimento científico e tecnológico modernos: da petroquímica ao controle de qualidade de fármacos; do estudo da composição química da atmosfera de outros planetas à avaliação de resíduos indesejáveis em alimentos; do doping em esportes à contaminação ambiental; da proteômica ao “teste do pezinho” em recém-nascidos, além de em muitos outros âmbitos.
Neste trabalho, o autor descreve as bases teóricas da técnica − a instrumentação e consumíveis necessários (com ênfase nas colunas), seus modos de operação, sua otimização e validação −, os métodos atuais de preparo da amostra e a análise qualitativa e quantitativa. Os enfoques principais são sempre a clareza, precisão dos conceitos, a atualidade do assunto e a generalização, sempre que possível.
Essa modalidade de separação, atualmente denominada Cromatografia Líquida Moderna ou HPLC (High Performance Liquid Chromatography), sofreu uma revolução nos últimos trinta anos, fato que permitiu um avanço espetacular em várias áreas do conhecimento científico, em especial, na análise de substâncias químicas de interesse para o bem-estar do homem, uma contribuição jamais alcançada por uma técnica analítica. Pode-se, ainda, antever que tal contribuição deverá ser ampliada nas próximas décadas (em especial, pela miniaturização da instrumentação e pelos novos desenvolvimentos nas colunas), o que consolida essa técnica de análise instrumental como a mais importante do século XXI.

Outras leituras pelas quais você pode se interessar

* Imagens meramente ilustrativas, não representam fotos reais do produto.